Como poupar energia e dinheiro em Iluminação

Saiba como poupar dinheiro na sua factura de electricidade usando um tipo de tecnologia com maior eficiência na iluminação.

Nas casas portuguesas os custos de iluminação representam cerca de 15% da factura de electricidade.

Na maior parte dos casos, uma parte  considerável dos custos podem ser evitados.

Fique a saber como fazer para reduzir a sua factura de electricidade.

.

.

1º Passo – Utilize, sempre que possível, luz natural.

Sempre que as características das instalações o permitam, opte por aproveitar a luz natural proveniente do sol. Esta luz, além de não trazer encargos económicos, cria um ambiente mais salutar, para si e para todos.

.

2º Passo – Opte pela melhor tecnologia disponível. Que lâmpada escolher?

Existem quatro tipos principais de lâmpadas para uso doméstico, das quais as mais económicas são sem dúvida as fluorescentes e as fluorescentes compactas. Estas lâmpadas emitem a mesma luz que uma lâmpada incandescente convencional, gastando menos 80% de energia.

Tipo de Lampadas Iluminacao

Halogéneo

Muito embora a sua utilização esteja a ser generalizada ao nível das novas construções, a eficiência energética e os custos de exploração são desfavoráveis quando comparados com as fluorescentes compactas.

Incandescente normal

A sua utilização deverá restringir-se apenas àqueles casos em que não é possível a substituição por tecnologia fluorescente. Apresenta níveis de eficiência e fiabilidade reduzidos.

Este tipo de lâmpada está rapidamente a desaparecer das lojas de especialidade, estando mesmo a deixar de ser fabricada.

Fluorescentes

As fluorescentes tubulares são uma solução recomendada para espaços como cozinhas, corredores, escritórios, aparcamentos e outros locais cuja componente estética não seja fundamental.

Fluorescentes compactas

Apresentando um consumo de energia 80% inferior às lâmpadas tradicionais, são a melhor solução para espaços onde seja necessário iluminação permanente, exterior ou interior, e iluminação de segurança.

Ao nível de iluminação de interiores existem já soluções estéticas comparáveis às oferecidas pelas lâmpadas de halogéneo (ao nível dos tectos falsos) ou pelas incandescentes (ao nível dos candeeiros).

Lâmpadas LED

Esta é a tecnologia mais recente existente no mercado da iluminação. A forma familiar das lâmpadas e casquilhos facilita a substituição de outras lâmpadas. Graças à sua variedade de cores límpidas e intensas, pode dotar o seu espaço de diferentes ambientes, a cada dia.

Devido ao seu baixo consumo de energia e elevada durabilidade, as lâmpadas LED são particularmente económicas e amigas do ambiente.

Disponíveis nas cores branco frio, branco quente, vermelho, verde, azul, amarelo e “color changing”, oferecem uma ilimitada variedade de opções para iluminação de “realce” ou de “efeito”.

Os raios de luz das lâmpadas LED são totalmente isentos de UV (ultravioleta) e IR (infravermelho). A descoloração ou qualquer dano em objectos iluminados é reduzida desta forma – uma vantagem que irá apreciar nos seus quadros ou plantas.

.

3º Passo – Desligue a iluminação sempre que não precise.

São inúmeras as ocasiões que por dia nos deparamos com situações onde é possível evitar o desperdício com a iluminação. Tal como no caso da água, em que estamos perfeitamente consciencializados acerca da necessidade de não desperdiçar, independentemente do baixo custo associado, também na energia é fundamental aplicar o mesmo princípio.

.

Procedemos a uma comparação entre uma lâmpada incandescente e uma fluorescente compacta capazes de fornecer iguais condições de iluminação. As condições para a comparação foram o funcionamento durante quatro horas por dia, num período de três anos.

Os resultados da comparação podem ser consultados na tabela seguinte.

Como Poupar Energia na Iluminacao

Muito embora a lâmpada incandescente custe cerca de 4 vezes menos do que a fluorescente compacta, verifica-se que na prática existe a necessidade de substituir a incandescente muito mais vezes do que a fluorescente, já que esta apresenta um tempo de vida superior em 10 vezes.

.

Da mesma forma, verifica-se que o custo de funcionamento da incandescente é cerca de quatro vezes superior ao da fluorescente compacta. No total, e ao fim de três anos, o custo com a tecnologia incandescente atinge quase os €50, enquanto que a fluorescente fica-se pelos €15.

Utilizando tecnologias mais eficientes pode usufruir do máximo conforto, poupando energia. Ao poupar energia, estará a reduzir a sua factura energética e a preservar o ambiente.