Brasil entra para o TOP 15 mundial nas Energias Renováveis

Novas regras incentivam energias renováveis no Brasil

A consultoria Ernst & Young, publica desde 2003 de maneira trimestral, um ranking com os 35 países mais atractivos para investimentos relacionados a energias renováveis.

O Brasil entrou para a lista dos top 15 pela primeira vez, sendo que a expansão de energia eólica foi factor decisivo para que o país subisse quatro posições no último trimestre, chegando na 12ª colocação.

Os chineses mantiveram a primeira posição no ranking, muito em função de seus projectos de geração de energia eólica em águas marítimas. Já os Estados Unidos permaneceram no segundo lugar.

A Índia, dando sequência aos resultados registados nos boletins anteriores da consultora, continuou subindo no ranking. Ultrapassou a tradicionalmente verde Alemanha e se posicionou em terceiro lugar.

Já o Japão desceu três posições após adoptar a estratégia de utilizar mais gás natural e importar petróleo para substituir a capacidade de geração de energia nuclear, que ficou comprometida após o acidente em Fukushima.