Audi anuncia E-benzin a gasolina sintética sem uso de petróleo

e-benzin-gasolina-sintetica

A Audi anunciou ter já produzido, em parceria com a Global Bioenergies, o primeiro lote de gasolina sintética (E-benzin), um combustível neutro que não conta com a adição de petróleo ou dos seus derivados.

Com um índice de 100 octanas, este é um produto de elevada qualidade que, segundo o fabricante germânico, pode ser utilizado em motores com altas taxas de compressão, melhorando a sua eficiência.

A Audi revela que este é um produto totalmente sustentável, já que é produzido apenas à base de água, hidrogénio, CO2 e energia solar.

Reiner Mangold, chefe de produto e desenvolvimento sustentável da Audi, garante que o processo é um grande passo na estratégia de combustível.

“A Audi já está produzindo quantidades maiores de E-gas (metano sintético) em escala industrial para os clientes e temos outros projetos de investigação como o e-etanol, o e-diesel e o e-benzin”, revelou Reiner Mangold.

O futuro da indústria automóvel

A empresa alemã Audi quer ir mais longe e pretende melhorar a gasolina sintética, ao eliminar toda a sua biomassa. Para isso, a marca trabalha para utilizar apenas água, hidrogénio, dióxido de carbono e luz solar em seu novo combustível.

Em tempos nos quais precisamos pensar cada vez mais em alternativas que causem menos impactos no meio ambiente, esta tecnologia representa um avanço para o futuro dos automóveis.

COMPARTILHAR