A maior central solar do mundo no Alentejo

Começou a funcionar em Março de 2008 e representa um investimento de 237,6 milhões de euros.

A central Solar Fotovoltaica de Amareleja, com uma capacidade instalada de 46,41MW pico e 35 Mw de potência de injecção na rede, está a ser construída num terreno de 250ha.

A instalação dos restantes MW será concluída até ao final deste ano, altura em que a central deverá começar a funcionar em pleno, para produzir cerca de 93 milMW de energia por ano, o suficiente para abastecer 30 mil habitações.

Com 2.520 seguidores solares azimutais, equipados com 104 painéis solares cada um, a central será a maior do mundo, em potência total instalada e capacidade de produção, mais do quádruplo do que o actual maior complexo do género, situado no concelho vizinho de Serpa, com 11 MW de potência instalada e que começou a produzir energia em finais de Março de 2007.

Os seguidores solares azimutais são dispositivos mecânicos que orientam os painéis solares a seguir perpendiculares ao sol, desde a alvorada até ao poente.

Os painéis solares foram adquiridos a um fabricante chinês.

A energia vai ser injectada na subestação de Amareleja, na primeira fase, e, posteriormente, na subestação de Alqueva, quando a central estiver a produzir em pleno.

Amper Central Solar é a empresa criada para construir e gerir a central e propriedade da Acciona, líder do mercado espanhol de energias renováveis.